OCCA PRESENTATION maio3.jpg

Antúlio Madureira

Occa Membership

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Pinterest
  • Tumblr Social Icon
  • Instagram

Antúlio Madureira, é muito adequadamente apresentado por Jô Soares, em seu programa de entrevistas, como “um virtuoso dos sons do sertão”! Toca, canta e dança em suas apresentações, percorrendo as muitas vertentes rítmicas da música brasileira, principalmente as nordestinas, além de trazer à cena, de forma peculiar, muitos personagens de enorme apelo popular e irresistível humor. 

Pesquisador e experimentalista, Antúlio executa temas eruditos de forma popular e toca temas populares com técnicas eruditas alcançando, assim, um som universal, e, como um alquimista, cria e recria instrumentos exóticos a partir de instrumentos convencionais e de objetos comuns. 

Sétimo filho de uma tradicional família de artistas, Antúlio cresceu entre notas musicais, teatro e dança, deixando-se envolver por esse mundo mágico, descobrindo e desenvolvendo seus dons para dedicar todo seu enorme talento à cultura. 

Juntamente com sua família, participou da fundação do Balé Popular do Recife com o qual trabalhou durante vinte anos como bailarino e diretor musical. O grupo é, hoje, um dos maiores orgulhos da cultura pernambucana, reconhecido e aplaudido em todo o mundo. 

Sua instigante trajetória se fez fortalecer em movimentos importantes como o Quinteto Armorial, Orquestra Romançal e Trio Romançal Brasileiro. Estudou no Conservatório Pernambucano, Escola de Belas Artes e fez Licenciatura em Música pela Universidade Federal de Pernambuco. 

Criador talentoso e inquieto, Antúlio começou muito cedo a pesquisar, criar e reinventar novos sons e instrumentos... E nunca mais parou! Com sua arte já percorreu, sempre com enorme sucesso, países como Espanha, Bélgica, Israel, Holanda, Estados Unidos, França, Suíça, África, Argentina e outros. 

Foi destaque absoluto em Festivais como o de Montreux, na Suíça, o Free Jazz Festival SP/RJ e a Semana Cultural do Brasil em Hannover, Alemanha. 

Autor de inúmeras trilhas sonoras para cinema, “Auto da Compadecida”, e séries de TV, ”Mulher vestida de sol” – Rede Globo, incluindo um documentário da Public Affairs Television, Inc. nos Estados Unidos. 

Na televisão, além de vários especiais de fim de ano na TV Cultura, teve suas entrevistas no programa do Jô Soares incluídas entre as melhores do ano na TV Globo e SBT. 

Alguns países que Antúlio Madureira já passou: 

Israel: Tel Aviv, Jaffa e Haifa 

Peru - Arequipa 

França: Turner por 38 cidades, em uma viagem que duraram 03 meses. 

Festival em Lion 

Paris - 08 shows 

Feira de Nancy (Foire Internationale de Nancy) 

Bélgica: 2 vezes a Bruxelas 

Argentina: Turnê por: Mendonza, Córdoba, Paso de los Libres, Buenos Aires, entre outras, totalizando em 10 apresentações. 

Buenos Aires - “Festival de Cultura Pernambucana na Argentina”. 

Várias outras vezes. 

Venezuela: Caracas – Encontro Internacional da Mulher. 

Costa do Marfin: Cout D’Voir – “Encontro Internacional da Dança Africana no Mundo”. 

Cuba: Santiago – Festival de Cultura Caribeña. 

Alemanha: Hannover – “Hannover Expor 2000” 

Holanda: Amsterdã (capital) – Turner. 

Portugal: Show na cidade de Guarda em Porto e Lisboa; 

“Festival de FITA”, em Porto; 

Várias outras vezes. 

Espanha: La Coruña (Intercâmbio das Cidades Irmães – Evento); 

Barcelona (Evento fechado). 

Itália: Milão (Mostra da Cultura Brasileira e Artesanato). 

Suíça: Montreux – Free Jazz (Sala Stravinsk); 

Zurick – Evento aberto. 

Canadá: Montreal – Apresentação em teatro; 

Quebec – Apresentação em teatro. 

>

>